O novo álbum da Bebe Rexha é ótimo e grita para que a cantora receba o devido reconhecimento!

 Bebe Rexha é uma cantora com o hit mundial “Meant to be” que ficou no topo das paradas musicais por meses, bateu recordes e recebeu indicação ao Grammy. Apesar de tantos feitos, muitas pessoas ainda não a conhecem e a própria cantora teve que passar por poucas e boas dentro da industria para ser respeitada no mundo musical mas mesmo assim, uma coisa é certa: Bebê tem muito público para conquistar - mesmo sendo um dos mais promissores nomes do pop atualmente. 

Seu primeiro álbum de estúdio foi lançado em 2018 e se chama “Expectations”. Antes dele, Bebe já tinha alguns hits que foram lançados em seus EPs “All your fault” parte 1 e 2. 

A pop perfection “I got you” do primeiro EP ainda rendeu a versão icônica brasileira “Só da tu” relembrada esses dias em uma das apresentações da cantora, no Big Brother Brasil. Inclusive, Bebe nunca escondeu o carinho imenso que tem pelo Brasil e o público fiel que conquistou aqui. 

Seu show no Rock in Rio, onde chamou um fã com uma roupa que só tinha fotos dela, ilustra bem esse carinho. 

Até aqui, temos o desenho de uma cantora com uma carreira com feitos grandiosos, com a música que ultrapassa as suas fronteiras nacionais e que chegou até o Brasil e com uma discografia consolidada. Seu primeiro álbum tem mais de dois bilhões de streams só no Spotify, e quase três anos depois, chegou o lançamento do segundo álbum, o ótimo “Better Mistakes”. 

A diferença do primeiro álbum para o segundo para mim é clara: as músicas são melhores e a harmonia de todas as faixas fica mais óbvia, formando um conjunto interessante. Um ótimo pop foi realizado em todas as faixas e todas elas trazem letras importantes. Aquele famoso pop para pensar, que particularmente, Bebe faz muito bem desde o começo da sua carreira. 


Uma das maiores compositoras do mundo pop - envolvida nas composições de músicas de Selena Gomez até Eminem - representou isso muito bem no seu próprio repertório. 

Um album com a estética e sonoridade inspirado em Britney Spears, Bebe Rexha prometeu e cumpriu. 

Com potenciais hits já lançados como “Baby, I’m jealous” e “Sacrifice” que são maravilhosas e que o público não deu devida atenção, o álbum é composto por faixas ainda tão boas quanto ou até mesmo melhore como “Break my heart myself”, “Better mistakes”, “Death Row” e “Mama” com samples da grandiosa banda Queen. 

Uma coisa digo com certeza: vale a pena ouvir!

Comentários